Objetivo do Blog

Este blog tem como objetivo ampliar de maneira crítica as informações divulgadas na imprensa brasileira sobre as Olimpíadas a serem realizadas na cidade do Rio de Janeiro .

A candidatura foi articulada pelo COB – Comitê Olímpico Brasileiro – durante o o governo Lula que juntamente com o Governo do Estado e a prefeitura da cidade do Rio de Janeiro assumiram o compromisso junto ao COI – Comitê Olímpico Internacional – em 2009 de dotar a cidade da infra-estrutura necessária para sediar os jogos. Desde então foi montada  uma ampla estratégia de marketing para convencer o COI e o povo  brasileiro que este evento traria benefícios para a cidade e para o Brasil.

Dois anos mais tarde Governo Federal  instituiu a APO (Autoridade Pública Olímpica) nomeando Henrique Meirelles seu primeiro presidente que deixou o cargo logo em seguida.

Mas, tornar os jogos 2016 um evento desejado pela população,  não tem sido uma tarefa  fácil. Diversos setores da sociedade civil questionam a falta de transparência das ações empreendidas pelos governos municipal e estadual que prejudicam setores menos favorecidos da população. Além disto, os supostos benefícios só atingem um determinado cartel do empresariado da área de construção civil, existindo um grande descontamento por parte dos atletas em relação às políticas para o esporte no Brasil. O  Ministério dos Esportes é da cota do PC do B partido da base de sustentação do governo que passou por  gestões desastrosas como a de Orlando Silva e Agnelo Querós. O último ministro foi  Aldo Rebello.

No início a população demonstrou descontentamento, especificamente em relação às obras de mobilidade urbana, como o percurso da linha 4 do metrô.  Em seguida surgiram protestos de uma parcela relativos à reforma do Maracanã e à destruição do Museu do Índio. Esse clamor foi crescendo tendo em vista a realização da Copa do Mundo no Brasil e culminou em junho de 2013 com a primeiras grandes manifestações no Rio, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Porto Alegre. Toda a vibração da vitória da candidatura do Rio foi aos poucos sendo transformada em pesadelo para seus organizadores. Durante os anos de 2013 e 2014 o Rio de Janeiro foi palco de manifestações e protestos quase que diários e grande parte deles tiveram como alvo os gastos dos Megaeventos em comparação com a precariedade de setores básicos como Saúde, Educação e Transportes.

Atéa agora este foi o “LEGADO” de um projeto que não foi discutido com a  sociedade e que foi gestado pelo COB , tendo como mentor seu presidente Carlos Nuzman com o apoio de marketing da Fundação Getúlio Vargas e do Prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes.

Para completar e provando que é impossível montar uma estratégia de marketing perfeita no meio de tanto descontentamento, a imprensa internacional e a mídia independente pautaram a Copa do Mundo de 2014 divulgando os fatos gravíssimos que atentam contra os direitos humanos que via de regra não são acompanhados com o mesmo interesse pela grande mídia brasileira.

Assim, este blog pretende ser um repositório de informações polêmicas que envolvem a realização dos Jogos de 2016 com links para matérias da imprensa nacional e internacional.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s